Torcedores | Pop, Revista Punto Aparte

A continuación les presentamos un texto de Maria do Carmo de O. Fernandes, tomado del libro Futebol – fenômeno linguístico” (1974). Es parte del quinto número de la revista, dedicado al POP. ¡Buena lectura!

Torcedores

O torcedor fanático não se limita a ir ao estádio: ele ouve os comentários pelo rádio, lê os jornais, vê o vídeo-tape do jogo a que assistiu. O torcedor-que-vai-ver-ganhar vai sempre munido de bandeira, faixa, camisa ou outros símbolos do clube. Incentiva o seu time vibrando, vaiando, agitando bandeiras, tocando buzina, levando charanga, empurrando os craques para o ataque, reclamando pênalti, xingando o juiz, irritando o adversário com ‘corinhos’ e ‘refrões’, censurando agressivamente o técnico ou jogadores do seu clube que não o defendem com todo o esforço. E, no caso do time estar vencendo, riem, choram, se abraçam, batem palmas, soltam ‘olé’, gritam ‘já ganhou’. Em final de campeonato, à plateia, à massa, ao público, à galera, não basta o estádio para nele expandir sua alegria: saem às ruas em passeata, buzinam à frente da sede do clube perdedor, fazem o ‘enterro’ do adversário, enfim, um verdadeiro carnaval – outra festa também liberatória de tensões e vinculada ao futebol, já que ambas representam um fenômeno de histeria coletiva. A histeria não se processa apenas através da alegria. Uma torcida descontente é capaz de invadir o campo, de esperar fora do estádio para massacrar o juiz, técnico ou jogadores. Fora as brigas que eclodem, e as agressões físicas que ocorrem entre os torcedores.

 

Anuncios

Deja un comentario

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s